sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Matéria Especial: Nibiru: Fictício ou Real?


O fenômeno de 2012 inclui uma série de crenças escatológicas que indicam que os eventos de grandes convulsões e mudanças irão ocorrer em 21 de dezembro de 2012, disse que é o fim de um ciclo de 5.125 anos do calendário maia. Vários alinhamentos astronômicos e fórmulas numerológicas se relacionam com esta data.



A interpretação da Nova Era dessa transição, a Terra e seus habitantes podem sofrer um impacto físico ou espiritual, e que 2012 pode marcar o início de uma nova era. Outros sugerem que a data de 2012 marca o fim do mundo ou uma catástrofe semelhante. Cenários postulado pelo fim do mundo inclui uma colisão da Terra com um planeta transitório (muitas vezes fazendo menção de "Nibiru") ou um buraco negro, ou de uma atividade solar catastrófica.



Estudiosos de várias disciplinas têm rejeitado a idéia de uma catástrofe em 2012. O povo maia atual não considera a data importante, e as fontes clássicas sobre o assunto são escassas e contraditórias, o que sugere que houve pouco ou nenhum acordo universal entre si sobre o que, se alguma coisa, a data pode significar.



Além disso, os astrônomos e outros cientistas rejeitaram as previsões apocalípticas, declarando que os eventos previstos são contrariados por simples observações astronômicas. Nenhum dos alinhamentos propostos ou fórmulas têm sido aceitos pela academia em geral.


Mas a coisa não para por ai:





Os sumérios eram conhecidos por terem um ótimo conhecimento astronômico, sabiam da existencia de todos os planetas que conhecemos atualmente, isso sem telescópios. Eles tinham conhecimento científico de um décimo segundo planeta (pois contavam com o Sol e a Lua) no sistema solar. A "descoberta" de Nibiru com o tamanho, órbita e outras características são descritas nos registros antigos da Mesopotâmia.



Plutão foi descoberto em 1930 pelo astrônomo estadunidense Clyde Tombaugh, sua lua em 1978. A análise de Plutão mostra que determinadas características da órbita deste planeta e as órbitas de Urano e Netuno só podem ser explicadas pela existência de um outro planeta desconhecido, que deve ser muito maior do que Plutão e muito maior que a Terra.



Entre 1983 e 1984, o IRAS - Infrared Astronomical Satellite - exibiu informações registradas relacionadas a um décimo planeta. Em 1992, as novas descobertas foram publicadas na imprensa americana sobre "... um planeta em nosso sistema solar, conhecido como o intruso."



Em seguida, os cientistas começaram a comparar os dados da astronomia com a tradução clássica de Zecharia Sitchin, especialmente com a tradução de "Enuma Elish", "... que conta a história da formação do sistema solar: no qual eles falam como antiguíssimos "... fala sobre um planeta chamado Tiamat, do tamanho de Urano, cuja órbita situava-se entre Marte e Júpiter. No qual foi destruído devido a uma colisão com Nibiru, criando assim os escombros espalhados pelo cinturão de asteróides. "




O grande planeta Nibiru foi capturado pela força gravitacional do sistema solar e nas articulações causadas por anomalias nas luas de outros planetas.



Nibiru colidiu com Tiamat, e grandes fragmentos entraram em órbita da Terra. Um desses fragmentos se tornou a Lua.



Os relatórios arqueológicos são claros: a passagem deste planeta a cada 3600 anos nas proximidades da Terra produz um efeito significativo sobre o meio ambiente, as catástrofes são desencadeadas. A passagem de Nibiru é, possivelmente, a causa da mudança nos pólos da Terra, o sistema de marés, padrões climáticos, desvios da órbita e da colisão de asteróides são realizadas pelo "intruso". Hoje, especula-se que Nibiru pode ter causado a extinção da vida em Marte, o fim dos dinossauros e o dilúvio bíblico.



O registro histórico documentado da existência das realizações dos Anunnaki começaram a aparecer no início do século 19. Várias escavações arqueológicas na Mesopotâmia (atual Iraque) acabaram revelando que "a cerca de 6000 anos atrás houve uma avançada civilização na Suméria!



A biblioteca de Assurbanipal, apesar de ter sofrido um incêndio, não perdeu nada de seus documentos de argila, resistente ao fogo. Portanto, 400 placas foram preservadas que contém a história dos tempos antigos, uma espécie de "cápsula do tempo" de barro. Estes são os documentos que contam a saga dos Anunnaki.



Registros antigos dos sumérios que contam da existência de um antigo "laboratório", onde os Anunnaki criaram o homo sapiens no leste da África Central. Coincidentemente esta é a mesma área onde foi encontrado o DNA mitocondrial mais antigo - o fóssil conhecido como Lucy - e as ruínas de minas de ouro com mais de 100.000 anos. Alguns dos documentos também descrevem os avanços da engenharia genética! Note-se que o rápido progresso da espécie humana sapiens é notavelmente anômalo em comparação com os milhões de anos que foram necessários para consolidar os membros mais antigos do Homo erectus.




A informação que articula:

Os astrônomos acreditam na existência de um planeta desconhecido - um planeta X - em algum lugar além da órbita de Plutão, pois eles dizem que é a única maneira de esclarecer algumas anomalias nas órbitas de Netuno e Urano. "New York Times, 19 de junho de 1982".



No início de 1984, a NASA anunciou a construção de um potente telescópio no Pólo Sul: S PT - South Pole Telescope. Nibiru no início de 2006 começava a ser observado e estudado a partir deste telescópio.



Nibiru já se faz visível, Estação Neumayer, situada na Antártica.



Inclusive, em diversos lugares do Planeta este "astro intruso" se faz visível.




Mas eu assim como todo mundo, esperamos que Nibiru não cause a destruição do nosso pequeno Planeta, que as profecias apocalípticas sobre o fim do mundo não se cumpram. Pois temos ainda muito o que viver, descobrir, conhecer, nós apenas somos iniciantes na exploração espacial, a ainda muito o que descobrir nesse universo cheio de perguntas e mistérios.


Desejo a todos um ótimo fim de ano e um ótimo ano pela frente, é claro, que essa não seja a última passagem de ano!!!



terça-feira, 27 de dezembro de 2011

O mistério dos orbs


Essas esferas que aparecem sem explicação em fotos são desconhecidas até o momento. O que eles estão fazendo e qual é a razão para sua presença em torno de pessoas?



Os orbs são pequenas bolas de luz que não podem ser vistas a olho nu, aparecendo em fotografias ou vídeos. São muitas as pessoas que ao rever fotografias ou filmes são dadas uma surpresa ao encontrar alguns flashes de luz que não estavam presentes no momento da captura de imagens, que não podem ter uma explicação para a presença nas fotos ou filmagens.



Para a ciência, os orbs não passam de uma falha da câmera, ou simplesmente podem ser algum inseto voador que emite alguma luz à noite.



Mas não poderia ser um inseto noturno, pelo menos não em todos os casos, pois foram tomadas algumas fotos onde esse fenômeno foi detectado em plena luz do dia.


Apresento aqui algumas características dos orbs:

- Aparecem em fotos e filmes.

- Eles são invisíveis ao olho humano.



- Eles são de forma circular, embora alguns pesquisadores dizem ter fotos de orbs em forma de coração, escudo, estrela e outras formas. Também foram capturados orbs com rostos humanos.



- Eles têm tamanhos diferentes e cores diferentes uns dos outros.

- Eles podem fazer uma grande quantidade de movimento e são muito rápidos.



- Podem aparecer em grupos ou separados por alguma distância.

- A maioria tem um tamanho de cerca de 2-4 centímetros de diâmetro.


A minha conclusão sobre esse fenômeno é de que estas bolas de luz devem ser necessariamente o resultado de algum fenômeno paranormal, mas ninguém sabe o que eles representam.


Muitas teorias têm sido levantadas para tentar explicar esse mistério, cada uma do seu ponto de vista. Aqui estão algumas:


- Os orbs podem ser espíritos de pessoas falecidas que emergem em uma forma circular.


- Outros dizem que é algum tipo de seres alienígenas que monitoram as atividades dos seres humanos.


- Algumas pesquisas modernas concluíram que esta pode ser uma manifestação da mesma energia das pessoas no terreno em que estão.


- Os orbs podem ser uma espécie de vida independente, com inteligência que os seres humanos não podem ver ao olho nu.


Os orbs estão sendo estudados por pesquisadores que tentam dar sentido à existência desse fenômeno, seja qual for sua natureza, essas esferas estão em toda parte.

Agora pode haver uma bem perto de você.

sábado, 24 de dezembro de 2011

Matéria Especial - Hórus VS Jesus


Ambas as histórias de Hórus e Jesus são assustadoramente parecidas. Temos que levar em conta que a história de Hórus é mais antiga que a história de Jesus.

Portanto nem adianta dizer qual copiou de qual, não é?

Vejam bem as semelhanças:




O conto de Hórus foi escrito em cerca de 3000 a.C. 


O conto de Jesus foi escrito exatamente na era Cristã (entre 1 a.C. e 1 d.C.)


Hórus nasceu da Virgem Ísis. Jesus nasceu da Virgem Maria.


O nascimento de Hórus foi acompanhado por uma estrela a Leste, essa acompanhada por 3 reis. O nascimento de Jesus foi semelhante.


Hórus foi batizado por Anup. Jesus foi batizado por João Batista.


Ambos Anup e João Batista foram decapitados.


Hórus foi considerado uma criança-prodígio aos 12 anos. Jesus também.


Hórus começou seu ministério aos 30 anos. Jesus também.


Hórus teve 12 discípulos e viajou com eles praticando milagres Jesus também.


Hórus disse que é o príncipe da eternidade. Jesus disse que é a luz do mundo. 


Hórus disse que é o Caminho, a Verdade e a Vida. Jesus também.


Hórus andou sobre as águas. Jesus também.


Hórus ressucitou um home chamado El-Azar-Us. Jesus ressucitou Lázaro.


Hórus foi traído por Tifão. Jesus foi traído por Judas.


Hórus foi invejado e considerado "o rei dos egípcios". Jesus foi invejado e considerado "o rei dos judeus".


Hórus foi condenado a morte e crucificado. Jesus também.


Hórus foi enterrado. Jesus também.


Hórus ressucitou 3 dias depois. Jesus também.








Essas coincidências são muito evidentes, provando definitivamente que o mito de Jesus é uma copia tirada de uma entidade muito mais antiga!!!

Mas não pensem que foi apenas umas coincidências ou que a história de Hórus e falsa, uma vez que essas coincidências se repetem nos demais deuses de varias religiões.


Nos outros deuses, encontramos a mesma estrutura “mitológica”. Vejamos:




Mitra (persa – romano) 1200 a.C

Nasceu dia 25 de dezembro; 

nasceu de uma virgem;

foi batizado;

teve 12 discípulos;

praticou milagres;

morreu crucificado;

ressuscitou no 3º dia;

era chamado de “A Verdade”, “A Luz”

veio para lavar os pecados da humanidade.




Attis (Frígia – Roma) 1200 a.C.

Nasceu dia 25 de dezembro;

Nasceu de uma virgem;

Foi crucificado, morreu e foi enterrado;

Ressuscitou no 3º dia;



Krishna (hindu – índia) 900 a.C

Nasceu dia 25 de dezembro;

Nasceu de uma virgem;

uma estrela avisou a sua chegada;

Fez milagres;

Após morrer, ressuscitou.



Dionísio (Grego) 500 a.C

Nasceu de uma virgem;

Foi peregrino (viajante);

Transformou água em vinho;

Chamado de Rei dos reis, Alpha e ômega;

Após a morte, ressuscitou;

Era chamado de “Filho pródigo de Deus“.



Existem outros deuses com características muito semelhantes a estes:


• Adad de Asiría 

• Hércules da Grécia 

• Alcides de Tebas 

• Baal de Fenicia 

• Bali do Afeganistão

• Beddou do Japão 

• Crite de Caldea 

• Deva Tat da Tailandia 

• Indra do Tíbet 

• Jao de Nepal 

• Odin da Mitologia Nórdica

• Quetzalcoatl do México

• Salivahana de Bermudas 

• Tammuz da Siria 

• Thor da Mitologia Nórdica

Estes dos quais citei informações são os mais conhecidos porque co-existiram com a nova religião, chamada de cristianismo. Ou seja, quando o cristianismo surgiu, tais deuses ainda eram adorados. Este fato é o alicerce que sustenta a teoria do plágio cristão.

Vejam que as informações acima são as mais usadas para se alegar o plágio, por se assemelharem muito com o relato bíblico de Jesus.

Aconselho a assistirem aos videos abaixo para melhor entendimento.

Esse documentário diz tudo:

Zeitgeist dublado parte 1
video


Zeitgeist dublado parte 2
video


Zeitgeist dublado parte 3
video





quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Nasa descobre dois planetas do tamanho da Terra


Cientistas da NASA descobriram os dois primeiros planetas do tamanho da Terra que orbitam uma estrela semelhante ao Sol fora do nosso sistema solar.


Os planetas, detetados no âmbito da missão Kepler e batizados Kepler-20e e Kepler-20f, encontram-se muito próximos da sua estrela, o que os torna inabitáveis, mas são os mais pequenos alguma vez detetados em redor de um "sol".


O anúncio foi feito pela própria NASA, que afirma, no seu site oficial, que esta descoberta marca um grande passo na pesquisa por planetas idênticos ao nosso. Os dois corpos celestes recém-descobertos estão a cerca de 1.000 anos-luz da Terra e integram um sistema planetário denominado Kepler-20.


Os especialistas acreditam que os planetas em questão são rochosos e têm temperaturas elevadíssimas, entre os 800 e os 1.400 graus Fahrenheit à superfície, o suficiente para derreter vidro, em consequência de períodos de órbita muito curtos.


No caso do Kepler-20e este período não chega a uma semana, ao passo que o Kepler-20f demora cerca de 20 dias a completar a órbita. Por conseguinte, ambos são extremamente quentes e nenhum terá água, motivo pelo qual não apresentam condições para a existência de vida.


Segundo a NASA, foi ainda revelado mais um pormenor peculiar. Trata-se do facto de o sistema planetário Kepler-20, que inclui três outros planetas maiores que a Terra mas menores que Neptuno, ter uma ordem surpreendente. Ao contrário do que acontece no nosso sistema solar, onde os pequenos planetas rochosos se encontram próximos do Sol e os grandes e gasosos orbitam a grandes distâncias, os planetas do Kepler-20 alternam entre grandes e pequenos.


"Os dados da missão Kepler mostram-nos que alguns sistemas planetários têm organizações muito diferentes da que encontramos no nosso", frisou Jack Lissauer, cientista planetário e membro da equipa envolvida na descoberta, citado pela NASA.




"A análise destes dados continua a revelar novos pontos de vista sobre a diversidade de planetas e sistemas planetários que existe na nossa galáxia", acrescentou.



No início deste mês, a equipa tinha já anunciado a descoberta de um outro planeta, o Kepler-22b, que se acredita integrar a "zona habitável" do sistema planetário, por se encontrar mais distante da estrela, o que abre a possibilidade de ter uma composição não rochosa e, consequentemente, mais favorável à existência de água.


Fonte: http://www.boasnoticias.pt/

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Aviões ou ovnis

Apresento aqui alguns tipos de aeronaves que muitas vezes são confundidas como ovnis:


Comanche

O Boeing Sikorsky RAH-66 Comanche corresponde ao ideal que o Exército americano tem de um helicóptero de reconhecimento/ataque do século XXI. Ele é rápido, leve e potente. Além disso, é silencioso, difícil de detectar visualmente e praticamente invisível para o radar inimigo.


YF-12

O Lockheed YF-12 foi um protótipo de um interceptador Mach 3+, com base no projeto do A-12 Oxcart, sendo um modelo protótipo do SR-71. Somente 3 foram construídos e somente um ainda resta até hoje. O programa YF-12A foi cancelado no fim dos anos 60 devido a motivos financeiros. Entretanto, a aeronave remanescente permaneceu em serviço na NASA até ao seu afastamento final em 1979.


SR-71 Blackbird

Lockheed SR-71 Tipo A, também conhecido por Blackbird, é um avião de reconhecimento estratégico (daí o "SR": Strategic Reconnaissance) de longo alcance desenvolvido pela Lockheed a partir dos projectos YF-12 e A-12.


Predator B

O Predator B ("General Atomics MQ-9 Reaper") é o maior e mais poderoso desenvolvimento da General Atomics Aeronaltical Systems Inc. O projeto começou pela iniciativa privada em 1998 mas logo recebeu apoio da NASA. Seu primeiro vôo aconteceu em fevereiro de 2001.


Avro Canada VZ-9 Avrocar, mais conhecido como Avrocar é o nome dado a um projeto de um veículo voador circular desenvolvido pela Avro Aircraft Ltd. do Canadá [1] durante a Guerra Fria a pedido do governo dos Estados Unidos da América.


B-1 Lancer

O Rockwell B-1 Lancer é um bombardeiro estratégico supersónico produzido nos Estados Unidos.


B-2 Spirit

B-2 Spirit ou Stealth B-2 é um bombardeiro projetado secretamente na área 51 pelas empresas Northrop Grumman, General Electric e Boeing usando um conceito antigo sobre "asas voadoras" e uma inovadora técnica de desenho por computador de "asa unida em W".

O bombardeiro recebeu o nome de Northrop-Grumman B-2 Spirit, embora seja mais conhecido como B-2 Spirit ou Stealth B-2 (stealth do inglês "escondido", "furtivo"), uma vez que é um avião quase invisível ao radar. Outra qualidade admirável é que embora extremamente fino o avião consegue carregar toneladas de mísseis e bombas, inclusive ogivas nucleares.


O Boeing B-52 Stratofortress é um bombardeiro estratégico de longo alcance que voa pela Força Aérea dos Estados Unidos da América (USAF) desde 1954, substituindo o Convair B-36 e o Boeing B-47. Apesar de ter sido construído em função da Guerra Fria, suas capacidades convencionais são atualmente as funções mais importantes nas operações da USAF, onde seu longo alcance, carga de armas pesada e reputação espantosa provaram-se valiosas.


F-117 Nighthawk

F-117A Nighthawk da Força Aérea dos Estados Unidos da América é o primeiro avião no mundo dotado de tecnologia de camuflagem (stealth, em inglês) a baixa altitude. É o descendente directo do programa prototipal Have Blue.


Cypher

Sikorsky Cypher I é Cypher II são os tipos de veículos aéreos não tripulados desenvolvidos pela Sikorsky Aircraft.



Fonte do texto: http://pt.wikipedia.org/