quarta-feira, 27 de abril de 2011

As fantásticas pedras de Ica


Em 1966, o Dr. Javier Cabrera recebeu uma pedra como um presente de um fazendeiro local pobre em Ica, no Peru. Um peixe foi esculpido na pedra, que não teria tanto significado para o morador da região, mas quis dizer muita coisa para o Dr. Cabrera. Ele reconheceu-o como umas espécies já extintas. Isto despertou sua curiosidade. Ele comprou mais pedras do agricultor, que disse havia recolhida as perto do rio após uma inundação.


O Dr. Cabrera foi acumulando pedras e mais pedras, e a existência de importação atingiram o potencial da comunidade arqueológica. Logo, o médico havia reunido milhares de pedras de Ica. As sofisticadas esculturas eram tão enigmáticas quanto fascinantes.


Alguém tinha esculpido homens lutando com os dinossauros;


homens com telescópios;


e homens realizando operações com equipamento cirúrgico. Eles também continham desenhos dos continentes perdidos.


Muitas das pedras foram enviadas para a Alemanha e as gravuras foram datadas da remota antiguidade. Mas todos sabemos que os homens não poderiam ter vivido na época dos dinossauros;
O Homo sapiens só existe há cerca de 100.000 anos.


O correspondente da BBC ficou sabendo da descoberta e desceu para produzir um documentário sobre as pedras de Ica. A exposição na mídia desencadeou uma tempestade de controvérsias. Arqueólogos peruanos criticaram o governo por estar sendo laxista sobre as leis de execução de antiguidades (mas que não era sua preocupação real). A pressão foi aplicada a funcionários do governo.


O fazendeiro que estava vendendo as pedras para Cabrera foi detido, ele alegou ter as encontrado em uma caverna, mas ele se recusou a revelar o local exato para as autoridades, ou o que eles alegaram.


O governo peruano ameaçou processar e prender o agricultor. Ele foi oferecido e aceito uma barganha. Ele então voltou atrás em sua história e "admitiu" ter esculpido todas as pedras ele mesmo. Isso parece altamente implausível, já que ele era ignorante e não era qualificado, alem disso ao todo tinham mais de 11.000 pedras.


Alguns eram bastante grandes e primorosamente esculpidos animais e cenas que o agricultor não teria tido conhecimento sem ser um paleontólogo. Ele teria tido necessidade de trabalhar todos os dias durante várias décadas para produzir todo o volume de pedras. Mesmo assim, sem ser solucionado o mistério, as pedras de Ica foram rotuladas como fraude, e esquecidas.

5 comentários:

  1. matéria boa, português ruim.

    ResponderExcluir
  2. Muito boa a matéria :

    Só que eles não querem que saibamos de toda a verdade.
    Se eles souberem de onde nós viemos então, ai que se dará um nó em seus Cérebros .

    C.A.

    ResponderExcluir
  3. exelente materia,eu tinha lido em outro site que era tudo uma fraude,mas achei realmente muito mal contada essas historia de um fazendeiro qualquer conseguir fazer tudo isso,então essa materia esclareceu bem as coisas.
    Obrigado

    ResponderExcluir
  4. As pedras de Ica,nos mostram então que podemos ser uma espécie muito mais antiga do que pensamos vide GOBELKITEPLE,STONEHENGER e etc..Os registros de carbono 14 podem ter uma grande variação então,eu hein...

    ResponderExcluir